"Lembrei que teu manto sagrado é repleto de suor, sangue e lágrimas, e que tua história é de luta! Que já tentaram te afundar, te desmoralizar e te renegar, mas tua honra e tua torcida nunca o deixaram. Me lembrei que teu nome é Club de Regatas Vasco da Gama e que tudo que tens foi conquistado, e não oferecido."

“A coisa é o seguinte: eu não vou entrar é em modismo. Porque hoje virou modismo ir atrás do sul-americano. Eu não entro nisso. O Vasco já tem hoje dois jogadores que vêm do futebol sul-americano. O que nós vamos, sim, é dar muito valor a aqueles que são formados no clube, que têm o sangue do Vasco porque que já estão no clube há algum tempo, desde que tenham a qualidade necessária e o perfil. Nós temos alguns jogadores com essa característica, eu tenho certeza. O próprio Marlone, trabalhando, vai ser um jogador bastante interessante. O Jhon Cley também é um jogador com muita qualidade técnica, tem muito a crescer. Não estou dizendo que esses jogadores vão ser responsáveis pela virada. Por isso, eu estou dizendo que nós temos que trazer alguns jogadores, pelo menos uma espinha dorsal: um zagueiro, obviamente; um meio campo criativo e um atacante também com qualidade. E, a partir daí, ajeitar as coisas. A pergunta em relação ao mercado sul-americano, eu vou ter muito cuidado em relação a isso. Não vamos entrar em pilha nisso porque é muito mais um modismo. Se juntar o número de jogadores sul-americanos que vieram - e não é preconceito nenhum, é apenas uma constatação -, aqueles que realmente fizeram diferença, nós vamos contar uns três no máximo. Se eu somar todos os que estão pelo futebol brasileiro, nós vamos entender o que estou dizendo. A gente fala em Conca, a gente fala em Montillo, a gente fala em quem mais?”
~ Paulo Autuori (via vasco-da-gama)

Aquela expectativa de entrar no netvasco e ter uma noticia boa…


A parada é esperar até 2014 para que essa diretoria ridícula saia do Vasco e torcer para que o Vasco não caia!


Homem que diz que mulher não entende de futebol ::::::::::::::::::::::::::::: Certeza que ela arrasou com ele em algum debate sobre futebol.


1 year ago - 46 notes - reblog
originally - via prasempre-vasco

Vamos lá. Sei que já passou um tempinho da final mas eu quero dizer como eu me sinto. Primeiramente, quero deixar claro, que acho, que ninguém nunca vai entender meu sentimento pelo Vasco. Nem eu entendo! Sou carioca, mas moro no ES faz 15 anos. Sempre tô no rio, e em São Janu(jogos não). Fui na despedida do Pedrinho e tive aquele jogo como meu primeiro, já que quando eu ia, eu era muuuuito pequena, então não conto. Esse foi meu segundo jogo e não me arrependo. Viajaria mais 6 horas de ida, e 6 horas de volta. Gastaria os quase 400 reais que gastei(meu e do meu pai) e faria exatamente tudo de novo. Infelizmente quem fizesse nesse jogo levava(não vou entrar em questão técnica senão…). Mas é isso. Cantei o jogo inteiro(INTEIRO MESMO!) E na hora do gol fiquei sem reação nenhuma. Depois continue a cantar. Ajoelhei, pedi, rezei. Na hora da ultima falta estava ajoelhada com o terço na mão e bandeiras(do Vasco e do ES) no rosto, sem ver. Quando ouvi a multidão inteira gritar levantei e achei que foi gol… Mas não foi. Por fim, enfim. Vida que segue. Se você não é torcedor clubista, eu acho que sou. Algumas vezes, outras não. Não sei explicar… Só sei que apoiei o Vasco e amei ele ainda mais. Não pensem que sou aquele tipo de torcedora cega, como muitos dizem “torcedor o sentimento não pode parar”, em relação a aceitar tudo, não sou. Mas como eu disse, não entendo o meu sentimento, e quanto todo o meu amor ao Vasco me fizer feliz assim(e vai fazer), não pretendo entender.